11/03/2021 às 08h27min - Atualizada em 11/03/2021 às 08h27min

​Vereadora luta por cursos profissionalizantes gratuitos em parceria com o IFSC e Governo Municipal

Iniciativa visa atender jovens e adultos e se firmada poderá ter início no segundo semestre de 2021

Oportunizar o aprimoramento profissional, a inclusão no mercado de trabalho e a democratização na oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Essa é a proposta da vereadora Maria Luiza da Rolt que luta por uma parceria entre o Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC e o Governo Municipal de Cocal do Sul. Na última semana, o primeiro encontro foi realizado na Prefeitura Municipal por iniciativa da vereadora, e reuniu o Diretor Geral do IFSC, Campus Criciúma, Daniel Comin, o Professor e Chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão, Niguelme Cardoso Arruda, Secretária de Educação, Raquel Quarezemin, vice-prefeito Erik Zeferino e a participação dos vereadores Gilson Clemes e Roseny Cittadin, que também abraçam a causa.   
 
A vereadora apresentou o trabalho referência do IFSC para todo o Estado e a disponibilidade da entidade em atender o município com uma vasta opção de cursos profissionalizantes de forma gratuita. Nesta terça-feira (9), o assunto também foi discutido durante a sessão do Legislativo por meio de uma indicação.
 
“Desde 2020 converso com jovens e famílias do município, professores do Instituto e empresários da cidade para conhecer as realidades e necessidades locais. Desejo junto com o Governo Municipal ajudar a abrir as portas para muitas pessoas que precisam de qualificação profissional para uma oportunidade de trabalho. Acompanho há anos o projeto em Urussanga e sonho com essa mesma iniciativa para Cocal do Sul. Uma ação  totalmente viável e sem investimentos altos ao município que irá capacitar pessoas, oferecer mão de obra às empresas, ajudar os jovens que almejam o seu primeiro emprego e diminuir os índices de desemprego. Outra ideia é oportunizar alguns cursos também em associações de bairros, como Jardim Elizabeth e Jardim Itália e, desta forma, promover engajamento e ficar mais próximo das pessoas”, relata Maria Luiza.
 
Para o diretor do IFSC, Daniel Comim hoje o Instituto consegue ofertar gratuitamente cursos nas áreas de elétrica, mecânica, construção civil, formação de professores e  química. “Nós oportunizamos os cursos com um planejamento de um semestre para o outro. O município só precisaria ceder o espaço físico, fazer a parte de comunicação e disponibilizar o transporte até o IFSC  para as aulas que demandam de prática em laboratório, como é o caso da elétrica. Além disso, os alunos em situação de vulnerabilidade social poderão receber auxílio de até 400,00 reais para cursos a partir de 160 horas. E ainda, quando o município tiver interesse em ofertar um curso em que o IFSC não tenha o professor disponível, poderá fazê-lo”, explica.
 
O vice-prefeito, Érick se colocou à disposição e mostrou o interesse do município neste projeto de qualificação profissional. “Peço para que o Instituto apresente um projeto para que a gente possa estudar e viabilizar essa oportunidade num futuro bem próximo”, disse.   
 
Ao final do encontro, a vereadora Maria Luiza entregou o projeto de lei aprovado em Urussanga e que nos últimos quatro anos formou mais de 600 alunos por meio de cursos profissionalizantes.
 
“Eu acredito que esse é o caminho para de fato ajudar as pessoas a crescerem e buscarem o seu espaço. Hoje, no município, o setor da construção civil não encontra mão de obra, como também empresas na área química. Além disso, muitas indústrias  irão se instalar na cidade nos próximos anos e precisamos de pessoas qualificadas. Não basta termos a empresa, temos que oportunizar o aprendizado para crescermos juntos”, concluí a vereadora Maria Luiza.




Colaboração: Assessoria de Imprensa Juventudo Progressista Cocal do Sul
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato direto
Comercial
Comercial