17/12/2020 às 18h22min - Atualizada em 17/12/2020 às 18h22min

​Projeto "Bordando Nossas Histórias" realiza entrega de panos de prato a entidades filantrópicas

Foram cerca de 400 trabalhos produzidos e doados pelos grupos de mães sul-cocalenses.

Foto: Divulgação.
Cerca de 400 panos de prato, resultados do projeto “Bordando nossas Historias”, foram doados nesta quarta e quinta-feira (16 e 17) para a Casa Manjedoura, do Balneário Rincão; Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Urussanga; Casa Guido e Asilo São Vicente, de Criciúma. Os panos foram confeccionados e decorados pelas participantes dos Clubes de Mães de Cocal do Sul, em projeto desenvolvido pela secretaria de Assistência Social do município, em parceria com a empresa Lalua. Depois de executados os trabalhos, eles foram doados, em um gesto solidário que já é tradição no município, segundo o Secretário Interino de Assistência Social, Juarez Fogaça.
 
A Administradora do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Andrea Miranda, agradeceu a doação. “Agradecemos em especial aos Grupos de Mães, porque vocês têm ideia do custo que nós temos. Com essa doação, podemos destinar esse custo para outros insumos, como medicamentos, e materiais médicos. Temos muita louça e equipamentos para lavar, que há uma certa rotatividade, por isso a importância”, comentou Andrea.

A recepcionista do Asilo São Vicente, que hoje conta com 50 idosos hospedados, também agradeceu dizendo que se cada um fizer um pouquinho o mundo fica bem melhor. “Vivemos de doações. Todo que vier, é bom. Que esse gesto possa servir de incentivo para outras pessoas”, disse.
 
O projeto
 
O projeto “Bordando Nossas Histórias” foi iniciado nos primeiros meses de 2020, sofrendo adaptações devido a pandemia de COVID-19. Cerca de 700 participantes, divididas em 26 grupo de mães, receberam orientações por WhatsApp, para trabalhar os temas, onde bordaram pontos turísticos, fotos e momentos históricos do município em panos de pratos.

Foram selecionados 130 trabalhos para participar de um concurso, que foi transmitido ao vivo na quinta-feira (10) pelas redes sociais, e os demais trabalhos foram expostos e agora doados. A empresa Lalua ficou com 65 peças do concurso que vão para exposições pelo país, as outras 65 permanecem no acervo da diretoria de Cultura do Município.

O projeto teve a participação das monitoras Lourdete Macarri, Jusselia Feltrin, Alekssandra Cardoso, Alessandra Augusto de Souza e Gorete Sacon; além do envolvimento direto da ex-secretária de assistência social, Ângela Mendes Anjo, que iniciou o projeto; da Primeira Dama do município, Maria de Fatima Dajori e da vice-prefeita Aninha Scarpato.




 
Colaboração: Antonio Rozeng - Assessoria de Imprensa Prefeitura de Cocal do Sul
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato direto
Comercial
Comercial