11/02/2020 às 17h23min - Atualizada em 11/02/2020 às 17h23min

Edital do pedágio da BR-101 é discutido em Brasília

Alexandra Cavaler
Divulgação

Intermediados pela Federação Catarinense de Municípios (FECAM), a ministra do Tribunal de contas, Ana Arrais, recebeu nesta terça-feira (11, em Brasília, uma comitiva do sul catarinense para tratar do edital de pedagiamento da BR-101. A audiência foi realizada com o objetivode que a ministra atenda a medica cautelar protocolada há algumas semanas pela FECAM e as demais associações de municípios de sul, para suspender o leilão, marcado para a semana que vem.

 

As alegações vão desde a contagem de trafego, na qual foram apontados erros pelo Tribunal de Contas, e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) não atendeu; e obras já realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que executou pelo menos 30 km de pistas paralelas e que ainda constam no edital de licitação.

 

“Os argumentos são plausíveis de suspensão para recontagem. Esperamos que ela atenda nosso pedido e, assim, vamos redimensionar as quatro praças de pedágio”, afirma do diretor executivo da AMREC, Lei Alexandre, diretor executivo da AMREC, que participou do encontro juntamente com o prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer, e dos deputados federais Ricardo
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

54.4%
27.2%
18.4%