08/07/2020 às 23h49min - Atualizada em 08/07/2020 às 23h49min

Urussanga: Protocolos de atendimento são discutidos e reforçados

Reunião entre a equipe do Centro de Triagem de Urussanga, RH da prefeitura e a GA Top (Gestão em Segurança e Saúde Ocupacional), aconteceu, nesta segunda-feira (6), com o objetivo de discutir os protocolos de atendimento às pessoas com síndromes gripais no município

    Com o objetivo de discutir os protocolos de atendimento aos pacientes com síndromes gripais no município estiveram reunidos, nesta segunda-feira, a equipe do Centro de Triagem de Urussanga, Setor Pessoal da prefeitura e a GATOP (Gestão em Segurança e Saúde Ocupacional).
     Os profissionais do Centro de Triagem conversaram com o Médico do trabalho, Dr. Adão Rinede Alves, sobre o Plano de Contingência Municipal para o enfrentamento da pandemia que segue as normativas, portarias, notas técnicas ministeriais e orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como outros órgãos de Saúde.
      “Um dos grandes problemas gerados pela pandemia da COVID-19 é o impacto direto na produtividade da indústria e do comércio. Essa preocupação fez com que esse encontro elucidasse alguns pontos frágeis e, para os quais, foram traçadas metas para reduzir o impacto tanto na área da saúde quanto na área econômica”, explica a secretária de Saúde de Urussanga, Ingrid Zanellato.
      Na ocasião foram sanadas dúvidas e definidas ações. “Percebemos, ainda, neste encontro, que a Secretaria da Saúde tanto quanto a GATOP prezam pela integridade física e psicológica de todos os colaboradores bem como estão preocupadas com a situação econômica em tempos de pandemia”, destacou Dr. Adão Alves.
     Os pontos frágeis detectados na reunião, segundo a coordenadora do Centro de Triagem, Enfermeira Shirley Richter, estão relacionados ao entendimento de pessoas com síndromes gripais, “a necessidade de atestado médico para o isolamento do indivíduo e de sua família durante a espera pelo resultado do exame PCR, foi uma das pautas. Até porque não se pode liberar a pessoa para o retorno ao trabalho neste período”, ressalta.
 
Assunto volta à pauta
      
    Conforme a secretária de Saúde, este assunto já foi levado ao conhecimento das empresas, órgãos públicos e da GATOP assim que foi decretado o isolamento social em todo o Estado. “O tema voltou à discussão devido aos cuidados que devem ser redobrados, mas desde o início foram feitas reuniões com as empresas, apresentado o plano de contingência e passadas as devidas orientações. Papel este, que agora, a GATOP vem fazendo, junto das empresas, com maestria e de forma a colaborar com os órgãos de saúde do município”, pontuou Ingrid.


Fonte: Assessoria de Comunicação Prefeitura de Urussanga
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato direto
Comercial
Comercial