02/07/2020 às 13h00min - Atualizada em 02/07/2020 às 13h00min

Urussanga: Rapidez no atendimento às ocorrências por razão do “ciclone bomba”

Obras estruturantes da Administração Municipal foram fundamentais para o rápido atendimento às ocorrências registradas por razão do ciclone bomba que atingiu o Sul do país nesta quarta-feira (1).

Foto: Assessoria de Comunicação Prefeitura de Urussanga
     A Administração Municipal de Urussanga, por meio da Defesa Civil com o apoio das secretarias de Obras, Assistência Social e Corpo de Bombeiros, agiu rápido no atendimento às ocorrências geradas pelo Ciclone Extratropical, conhecido como Ciclone Bomba (devido sua forma e potência de vento), ocorrido na madrugada desta quarta-feira, dia 1 de julho.
 
     “As obras estruturantes efetivadas pelo Governo Municipal, como pavimentações, manutenção de estradas, pontes em bom estado de trafegabilidade, drenagem, sinalização... Fizeram a diferença nas respostas rápidas que foram dadas devido ao fenômeno natural que atingiu nossa cidade nesta semana”, explicou o Coordenador da Defesa Civil de Urussanga, Rafael Sales.
 
     No dia de ontem (1) foram continuados os atendimentos à população e feito o levantamento dos danos na cidade, que ainda estão sendo analisados. “Ainda estamos finalizando o levantamento dos estragos causados na cidade, mas podemos adiantar que cerca de 800 consumidores ficaram sem energia elétrica, mas a mesma já foi 100% restabelecida nesta quarta-feira, as estradas interditadas pela queda de árvores também já estão liberadas desde ontem, e as duas famílias que tiveram as residências atingidas, uma pela queda de uma árvore e a outra destelhada pelos fortes ventos, estão sendo assistidas pela Defeca Civil e secretaria de Assistência Social”, destacou Sales.
 
     Rafael ainda salienta que trabalhar em conformidade com a Defesa Civil estadual e federal traz segurança. “Além de estarmos em conformidade com a defesa civil estadual e federal, o que nós traz segurança no trabalho realizado, também participamos dos projetos e demandas sob a orientação da coordenação regional via AMREC o que agrega muito, pois compartilhamos informações e conhecimento”.
 
     As localidades mais afetadas, segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, foram Palmeira Baixa, Palmeira do Meio, Loteamento Scussel, Santa Luzia, Belvedere, Santana e Rio Carvão.



Fonte:  Assessoria de Comunicação Prefeitura de Urussanga

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato direto
Comercial
Comercial