06/05/2020 às 16h09min - Atualizada em 06/05/2020 às 16h09min

Cocal do Sul decreto “Situação de Alerta” em função da estiagem

Divulgação

 

 

O município de Cocal do Sul decretou “Situação de Alerta” em função da estiagem e o baixo nível de água nas barragens localizadas junto ao Rio Tigre, Rio Cocal e da Represa Demaria Eugenito Rossoff, responsável pelo abastecimento da cidade. O documento alerta sobre uso racional e controlado de água tratada até a normalização, proibindo algumas práticas.

 

Ficam proibidos a utilização de água fornecida pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) para abastecimento de água de piscinas, para lavagem de veículos, utilização de lava jatos de uso doméstico, e lavagem de calçadas, telhados, pelo prazo de 30 (trinta) dias, ou até que se restabeleça a normalidade de abastecimento de água.

 

Também está vedado aos órgãos públicos municipais o uso de água tratada para efetuar a limpeza de calçadas, passeios públicos, pátios de imóveis públicos municipais, e lavação de veículos da frota oficial do Município, enquanto perdurar a estiagem.

 

No documento ainda alerta que a falta ou o racionamento de água pode comprometer as medidas adotadas para o controle e contenção da disseminação do COVID – 19.

 

Como vai funcionar a fiscalização

O presidente da SAMAE, Marcio Zanete, explica que após a denúncia, que pode ser feita da Fundação de Meio Ambiente (FUNDAC), ou no SAMAE, a fiscalização vai até local denunciado, onde será noticiado, como uma forma de advertência. Em caso de reincidência, será aplicado uma multa, que pode chegar até cinco vezes o valor da taxa mínima. No fim de semana seis notificações já foram aplicadas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato direto
Comercial
Comercial