Lista Telefônica
Lista Telefônica
Adicionar contato
Adicionar
Contato
Home >> Notícias

Legenda

Inverno preocupa agricultores - 11/07/2018

Mesmo com chances mínimas de geada, os produtores de banana já utilizam recursos para minimizar prejuízos
 
O frio rigoroso registrado nos últimos dias já preocupa os agricultores, principalmente os produtores de banana. Para tentar driblar o frio, nas lavouras da região alguns recursos são essenciais no cultivo do fruto. O mais comum são os sacos plásticos, recicláveis, próprios para proteger os cachos. A solução é eficaz e deve ser utilizada em um momento específico do cultivo, onde a fruta ficará envolvida até a colheita.
 
O agricultor Delfino Rosso, que produz o fruto em Morro Estevão, explica que a ação é necessária para evitar os dados causados pelo frio e pela geada, principalmente na banana caturra e a boa aparência do produto é essencial para garantir as vendas.
 
“Nossa plantação é mais alta e por isso não sofremos tanto nessa estação, mas já estamos ensacando os cachos desde maio. A nossa expectativa é que a geada não seja tão forte como foi em 2000, pois nesse ano tivemos prejuízos altíssimos”, afirma.
 
Previsão para os próximos dias
 
O inverno, que nesse ano já se mostrou rigoroso, continuará deixando os dias mais frios e até o final da semana as temperaturas podem chegar a 5°C. De acordo com o climatologista, Marcio Sônego, as chances de geada são mínimas, mas ainda podem ocorrer em algumas localidades da região.
 
“Não temos frio suficiente para formar geada, existe alguma possibilidade nos municípios onde o fenômeno já é tradicional como em Urussanga, Azambuja e em Criciúma nas regiões próximas ao bairro Verdinho e Sangão”, explica Sônego.
 
Ainda de acordo com o climatologista, a geada não precisa ser motivo de preocupação para os agricultores, já que caso ocorra, a intensidade não deve afetar as plantações. A previsão é que o fenômeno aconteça até sexta-feira. “Nessa semana haverá uma sequência de dias frios. A temperatura irá ficar na média de 5°C ou 6°C. O dia mais frio do ano foi em 17 de junho, quando chegamos aos 3°C, mas mesmo assim não tivemos registro de geada”, comenta.
 
Prejuízos ainda não foram registrados
 
A engenheira agrônoma da Epagri Lidiane Camargo, afirma que na região ainda não foram registrados casos de geada, mas caso ocorra, irá prejudicar os agricultores que adiantaram as plantações de fumo e principalmente as plantações de banana. “A silagem do gado de leite não há como dizer, porque a geada não mata instantaneamente, apenas se tiver uma muito forte poderá paralisar o crescimento”, afirma.
 
As plantações de Pitaia também devem sofrer com o frio nos próximos dias. A fruta deverá ficar amarelada. A melhor solução para evitar problemas com as temperaturas baixas é manter as plantas nutridas. “É como o sistema imunológico do ser humano, se está bem forte não tem chances de ser prejudicada com o inverno”.
 
 
 
Fonte: Luana Mello - DN Sul