Lista Telefônica
Lista Telefônica
Adicionar contato
Adicionar
Contato
Home >> Notícias

Legenda

Bom Jardim da Serra e Sangão têm novos prefeitos eleitos - 02/04/2017

Serginho de Oliveira foi eleito na cidade da Serra e Dalmir Cândido, no Sul. Novas eleições foram realizadas neste domingo (2) nos dois municípios.
 
As cidades de Bom Jardim da Serra, na região serrana de Santa Catarina, e Sangão, no Sul do estado, elegeram seus novos prefeitos em eleições suplementares realizadas neste domingo (2). A eleição ocorre em Bom Jardim da Serra, pois a candidata a vice em 2016 foi declarada inelegível e em Sangão porque o TSE entendeu que vencedor entraria no terceiro mandato.
Em Bom Jardim da Serra, Serginho Rodrigues de Oliveira (PTB) foi eleito com 50,85% dos votos válidos. Ele assume em parceria com Lourival Amaral (PSDB) como   vice-prefeito. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), foram 1.613 votos contra 1.559 do candidato Pedro Ostetto.
 
Já em Sangão, o candidato mais votado foi Dalmir Carara Cândido (PP) com 51,59% dos votos válidos. Foram 3.680 votos contra 3.453 votos do candidato Herivelto de Castro Reynaldo, segundo o TRE-SC. Valdeci Serafim (PP) é o vice de Dalmir.
O comparecimento às urnas foi obrigatório para os eleitores das duas cidades. A votação ocorreu das 8h às 17h e não registrou ocorrências com urnas eletrônicas nem de crimes eleitorais nas duas cidades. De acordo com o TRE-SC, 11,43%. dos eleitores não foram às urnas em Bom Jardim da Serra. Já em Sangão, a abstenção foi de 13,11%.
 
 
Bom Jardim da Serra
 
Em Bom Jardim da Serra, com cerca de 4 mil eleitores, concorreram à prefeitura Pedro Luiz Ostetto (PSD), com Luiz Carlos da Silva (PMDB) como vice, e Serginho Rodrigues de Oliveira (PTB), com Lourival Amaral (PSDB) de candidato a vice-prefeito.
As novas eleições foram convocadas no município porque a então candidata a vice-prefeita Priscila Dias (PSDB), que integrava a chapa de Serginho Rodrigues de Oliveira, havia sido declarada inelegível.
Como o indeferimento ocorrou a menos de 20 dias da votação, a candidatura dela não pôde ser substituída, e a chapa acabou concorrendo e vencendo com mais de 50% dos votos válidos. O Tribunal Regional Eleitoral (TSE), contudo, manteve o indeferimento.
Eleições em Sangão não teve ocorrências registradas pelo TRE-SC (Foto: TRE-SC/Divulgação)
Eleições em Sangão não teve ocorrências registradas pelo TRE-SC (Foto: TRE-SC/Divulgação)
 
Sangão
 
Já em Sangão, que tem aproximadamente 8 mil eleitores, a disputa foi entre Dalmir Carara Cândido (PP), e Valdeci Serafim (PP) de vice, e Herivelto de Castro Reynaldo (PMDB), cuja chapa teve Paulo Jorge Machado (PMDB) como vice. 
A nova eleição foi convocada porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considerou que Castilho Silvano Vieira (PP), que recebeu a maioria dos votos válidos em outubro, estava inelegível para o cargo de prefeito porque cumpriria um terceiro mandato no mesmo cargo, o que é proibido pela Constituição Federal.
Isso porque Castilho havia sido eleito vice-prefeito em 2008, mas assumiu a prefeitura por um mês nos seis meses anteriores às eleições de 2012, em que se acabou se elegendo prefeito.
Em 2016, pediu o registro para se candidatar novamente ao cargo, o que foi indeferido pelo juiz da 33º Zona Eleitoral de Tubarão. O candidato havia recorrido ao TRE-SC, mas o TSE acabou decidindo pela inelegibilidade dele.
 
Atuais prefeitos
 
Em Bom Jardim, a prefeitura estava sendo comandada pelo presidente da Câmara, Pedro Luiz Ostetto (PSD). Na prefeitura de Sangão estava Anderson de Souza (PP), também presidente da Câmara Municipal.
 
 
 
Fotos: TRE-SC/Divulgação
 
Fonte: G1 SC