28/06/2019 às 13h41min - Atualizada em 01/07/2019 às 15h43min

Por que o Vale do Silício é sinônimo de sucesso?

Basta mencionar a localização do Vale do Silício para que inúmeras associações com inovação e tecnologia de ponta sejam feitas. O lugar é o espelho do avanço tecnológico e reúne as maiores corporações do mundo.

DINO
https://missaonovaledosilicio.com.br

Segundo pesquisa da Global Innovation 1000 da Booz & Co., as empresas do Vale do Silício têm uma probabilidade quase quatro vezes maior que empresas médias dos Estados Unidos de ter um alinhamento preciso de sua estratégia corporativa geral com sua estratégia de inovação.

A cultura corporativa de uma companhia do Vale do Silício também tem uma tendência 2,5 vezes maior de se alinhar com a estratégia de inovação da empresa.

Sem dúvidas, o local é conhecido por abrigar gigantes da tecnologia, como Google, Facebook e Apple. Por isso, tem as melhores cabeças do mundo a seu serviço.

Mas, seria isso suficiente para tornar o Vale do Silício um local tão diferenciado em um mundo tão grande?

Primeiramente, o local conta com diversas universidades, centros de pesquisas do governo e laboratórios, algo propício para encorajar startups e torná-las cada vez mais focadas na inovação, porque é fato: por lá, ninguém para, as novidades chegam a cada dia.

Claro que outros locais do mundo também contam com esses elementos, como o triângulo de pesquisa da Carolina do Norte, e o corredor da rota 128, nos arredores de Boston.

A China aumentou seu financiamento em pesquisa e desenvolvimento em aproximadamente 64% a cada ano, nos últimos cinco anos.

Pequim busca aprimorar suas universidades, e, assim, esperam ter um novo Vale, com a união de indústria e pesquisam, no entanto, poucos são os resultados expressivos até então.

Na verdade, o Vale do Silício se distingue de outros locais por ter uma capacidade de integrar suas estratégias de inovação com suas estratégias de negócio, segundo um estudo conjunto realizado em 2013 pelo Instituto Econômico do Conselho da Área da Baía e pela Booz & Co.

E isso muda completamente o cenário.

De acordo com o estudo Global Innovation 1000, empresas que integram suas estratégias de inovação com suas metas corporativas crescem muito mais do que as outras.

Por isso, as empresas do Vale do Silício têm uma probabilidade quatro vezes maior que as outras de crescerem rapidamente.

O diretor de negócios da IIN, André Bianchi, já comandou mais de 20 missões ao Vale do Silício e conheceu de perto grande parte das empresas instaladas no local e afirma que a principal característica para o crescimento desenfreados dessas companhias é a visão das reais necessidades dos clientes, até mesmo aquelas que eles ainda nem sabem.

“Eles descobrem como atender uma demanda e rapidamente colocam seu produto no mercado, para depois ir aprimorando”, detalha.

Além do Vale não ter o preconceito de “isso não existe” e “isso não vai funcionar”, ainda há uma forte estratégia por trás de cada lançamento, integrado 100% a equipe, que está sempre focada no objetivo. “Eles ainda nutrem uma paixão sincera pelos produtos e serviços da empresa e se identificam com o cliente”, completa.

A Global Innovation 1000 ainda mostra que 46% das empresas do Vale do Silício segue esse modelo, enquanto apenas 28% das empresas dos EUA opta por este formato.

“No Vale não há medo de arriscar, por isso são tão diferentes dos demais”, confirma André.

E arriscar vale a pena?

Com certeza, uma vez que o prêmio é bem alto para os que chegam ao topo. “Não importa quantas vezes uma startup não dê certo, eles não encaram isso como um fracasso, mas como um aprendizado e na próxima, com certeza será diferente, até que vençam”, conclui.



Website: https://missaonovaledosilicio.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

54.1%
27.9%
18.0%