Lista Telefônica
Lista Telefônica
Adicionar contato
Adicionar
Contato
Home >> Colunistas

Legenda

Criando Machistas - 30/07/2018

Quando se tem filho homem, “menino”, dentro de casa, a criação é diferente e os valores se invertem. Se o menino tira o “piupiu” para fora na frente dos outros tudo vira risada. Se a mesma coisa acontecesse com uma menina a reação seria muito diferente. Logo, o pai e a mãe correm para conter a filha e pedir para que nunca mais faça isso. O menino chega em casa e diz que beijou uma menina, seu pai bate em suas costas e diz “É isso aí meu garoto!” Se a menina fizesse o mesmo, ela não contaria para o pai ou, talvez, contaria para a mãe, pois se o pai descobrisse ela estaria lascada. 
 
É desta forma que vamos criando uma sociedade machista, ensinandoos filhos a serem homens machistas e as filhas a serem mulheres que pensam não terem direitos iguais. 
 
O filho pode ser o pegador na escola e pegar a filha dos outros que será normal, pois é um menino, mas a filha não pode cair nas unhas de um pegador de jeito nenhum. Mesmo sendo de livre e espontânea vontade dela.
 
Já ouvi muitas pessoas falarem que não gostariam de ter filha mulher porque não querem se incomodarcom os namorados e futuros genros. Mas aí vem a questão: Querem ter filho homem para incomodar os futuros sogros? É neste ponto que vimos o quanto somos hipócritas e machistas e que precisamos melhorar nossa ideologia. 
 
Sem contar que podemos estar criando filhos abusadores, estupradores e machistas, pois ele é incentivado desde pequeno a “pegar as gatinhas”. Quando conta que perdeu a virgindade com 12 anos na noite anterioro pai dáuma tapinha nas costas.  
 
Que tal educar os filhos igualmente sabendo os limites de todos?! Eduque seu filho como você queria que fosse seu genro. E sua filha alguém ideal para ser sua nora. Sei que é difícil as coisas saírem como planejamos, mas temos que fazer algo para que os homens não sejam sempre tachados de mulherengos, tarados e machistas, porque até o momento nós merecemos esses dizeres.
 
Quero aqui agradecer ao novo patrocinador das minhas colunas, De Ávila Vídeo que apesar deste mercado ter perdido muito destaque após vir ao mundo a tecnologia streaming, mas a De Ávila está cada vez mais forte e com muito mais filmes e relíquias que enchem os olhos dos colecionadores e amantes do Cinema.